Loading...

terça-feira, 20 de abril de 2010

Como um dervixe, me vi, de repente atraída pra ti.
Como um dervixe, rodopiei e rodopiei.
A minha dança foi sozinha,
Tu nem reparou.
Até que cai. Por cima de ti.

Um comentário:

  1. lembrei-me de elis, em joão bosco, com:
    .
    "sentindo frio em minh'alma
    te convidei pra dançar
    a tua voz me embalava
    são 2 pra lá, 2 pra cá.(...)"
    .
    o avesso da cumplicidade do que a atraiu, mas q não a viu. ainda bem q "caiu por cima" dele.
    .
    somos fogo! rsrsrs

    ResponderExcluir